Desempenho

Expansão dos negócios

GRI 102-10

Em 2019, demos um importante passo em nossa trajetória de crescimento definida no Roadmap Estratégico Klabin 2030, com a aprovação do Projeto Puma II, que irá ampliar a capacidade de produção em 920 mil toneladas anuais de papéis para embalagens.

Aprovado em abril de 2019 e com aporte bruto estimado em R$ 9,1 bilhões – o maior investimento de nossa história -, o Projeto Puma II compreende a construção de duas máquinas de papel para embalagens, com produção de celulose integrada, que serão instaladas no mesmo local onde funciona a Unidade Puma, fábrica de celulose inaugurada em 2016.

Tecnologia de ponta no Puma II com benefício ambiental: sistema de gaseificação de madeira, inédito no Brasil, vai possibilitar operação do forno de cal com 100% de combustível renovável.

Unidade Horizonte

Em 2019, também em linha com o plano de expansão de embalagens do Roadmap Estratégico da Klabin, adquirimos uma planta industrial no Ceará que deu origem à Unidade Horizonte, para a produção de embalagens de papelão ondulado, antevendo o atendimento ao crescente mercado de fruticultura na região Nordeste do país. Localizada a 35 km de Fortaleza e a 90 km do porto de Pecém, a fábrica, que começou a operar em janeiro de 2020, recebe papel reciclado da Unidade Goiana, em Pernambuco, e fibra virgem das unidades da Klabin do Paraná e Santa Catarina.

Tanto as novas capacidades quanto a expansão de nossa presença geográfica, somadas a investimentos em inovação, P&D e à busca constante por soluções sustentáveis, abrem diversas rotas para o nosso crescimento no presente e nos próximos anos.

Mais de

1 milhão

de m2 de área total e mais de
30 mil m2 de área construída.

R$ 100 milhões

de investimento, dos quais

R$ 48 milhões

foram aplicados inicialmente.

Previsão de gerar

240 empregos

diretos e indiretos; o início da operação contava com 10% desse quadro.

Disponibilidade de madeira

 

GRI 103-1, 103-2, 103-3

Na base da expansão dos nossos negócios estão mais de 258 mil hectares de florestas plantadas de pínus e eucalipto, que permitem acesso à matéria-prima de alta qualidade. A alta produtividade de nossas florestas representa uma grande vantagem competitiva: somos a primeira do mundo em produção de celulose por hectare plantado (veja gráfico).

Nossas operações florestais vêm evoluindo para fazer frente aos maiores volumes de produção de celulose, papéis e embalagens decorrentes dos aumentos de capacidades. Para suprir a necessidade de madeira adicional, implantamos uma estratégia, que vem sendo executada conforme o planejado, para aquisição de florestas em pé e de novas áreas para plantio, além do incentivo à produção de florestas por produtores independentes e fomentados. Esforços são direcionados também para assegurar o padrão de excelência nas operações florestais. 

Em 2019, trabalhamos na melhoria de processos e métodos da área florestal, para aprimorar principalmente o controle de custos e a segurança de abastecimento.

Títulos Verdes

 

A emissão de títulos verdes (green bonds) é mais uma demonstração do nosso compromisso com o crescimento sustentável, já que os recursos obtidos com estes títulos são aplicados em Projetos que alinham prioridades ambientais aos esforços para reduzir os impactos de nossas atividades.

São exemplos as iniciativas de manejo florestal em mosaico, a conservação da biodiversidade, a produção de energia limpa e o descarte adequado de resíduos. Três emissões de títulos dessa categoria, desde 2017, já somam o montante de US$ 1,2 bilhão em títulos emitidos e captados.

Anualmente, publicamos um relatório de destinação de recursos que apresenta os investimentos realizados, os respectivos impactos ambientais positivos gerados e o parecer de verificação de terceira parte que acompanha o processo. Acesse os relatórios no site de Relações com Investidores.

Estrutura logística mais robusta

 

GRI 103-1, 103-2, 103-3

Em 2019, registramos um importante avanço na estrutura logística, que dará suporte às novas capacidades de produção da Klabin. A Companhia foi a vencedora da licitação de um armazém no porto de Paranaguá, em uma área de mais de 27 mil m2 , pelo prazo de 25 anos, passível de prorrogação por mais 45. Ao todo, estão previstos investimentos de cerca de R$ 130 milhões e o início das operações está programado para 2022.

Outro destaque em 2019 foi a aprovação do projeto de duplicação da nossa operação ferroviária no Paraná, que contempla a aquisição de 460 vagões para transporte de contêiner (modelo ainda não utilizado pela Klabin), a construção de um depósito para contêineres, anexo à Unidade Puma, com acesso ferroviário e aquisição de modernos equipamentos para movimentação dentro do pátio, 100% elétricos e com energia autogerada pela fábrica.

O transporte por esse modal, na Klabin, também traz importantes benefícios ambientais, como a redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), um dos itens da Política de Sustentabilidade da Klabin. Atualmente, cada composição ferroviária que transporta celulose da Unidade Puma até o porto de Paranaguá substitui cerca de 200 caminhões e com a nova modalidade em contêiner substituirá mais 90 caminhões.

A concessão de terminal no porto de Paranaguá e os investimentos em operação ferroviária vão otimizar nossa inserção nos mercados globais de papel e celulose, garantindo mais agilidade e eficiência ao escoamento da produção.

Planejamento operacional

 

GRI 103-1, 103-2, 103-3

As novas capacidades previstas vão trazer mais oportunidades para maximização dos resultados na cadeia, porém, vão demandar mais profundidade das análises dos cenários de vendas, produção e logística. Para buscar sempre o melhor resultado global, estamos revisando todo o processo de S&OP (planejamento de vendas e operações) da Companhia, suportado pela aquisição de uma ferramenta específica, robusta e reconhecida internacionalmente. Essa ferramenta conecta toda a cadeia de vendas, produção e logística da empresa, a partir da estratégia comercial de celulose e papel, até os abastecimentos das unidades de conversão, garantindo alto nível de serviço para os clientes com custos competitivos.