Covid-19

Compartilhamos protocolos sanitários das fábricas e outros procedimentos desenvolvidos internamente, sob orientação especializada, com colaboradores, terceiros, fornecedores logísticos e clientes, procurando estender os cuidados a toda a nossa cadeia de parceiros.

Covid-19
Covid-19
Tema

Enfrentamento da pandemia

Ao mesmo tempo que trouxe vários desafios nos campos humano, sanitário, econômico e social, o primeiro ano de enfrentamento da pandemia gerou uma série de aprendizados para a Klabin e fortaleceu o modelo de gestão da Companhia.

A Klabin se valeu dos seus direcionadores para navegar em um cenário ainda desconhecido nos primeiros meses de 2020 e agir de maneira assertiva, segura e ágil. 

Mantivemos as atividades fabris e florestais, reafirmando nossa posição de empresa fabricante de papéis e embalagens, essenciais para a manutenção de importantes cadeias econômicas, na função de acondicionar e proteger os produtos e viabilizar o seu transporte seguro. Alimentos industrializados e in natura, artigos de higiene e limpeza, medicamentos, materiais hospitalares e mercadorias vendidas pelo comércio eletrônico demandaram nossas embalagens. 

Nas obras de expansão do Projeto Puma II, porém, ocorreu, em março de 2020, com a configuração do quadro de pandemia, uma desmobilização temporária dos trabalhadores, que, aos poucos, retomaram suas atividades com diversas adaptações à nova realidade. O mesmo rigor de procedimentos foi seguido nas paradas gerais de manutenção das fábricas.

Protocolos e comitês

Para evitar a disseminação do novo coronavírus, adotamos os protocolos de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias, em especial a Organização Mundial de Saúde (OMS). Um exemplo foi o direcionamento imediato de profissionais considerados mais vulneráveis ao novo coronavírus, como cardiopatas, pneumopatas, imunossuprimidos, gestantes e maiores de 60 anos, para o trabalho remoto.

Comitês médicos e de monitoramento formados por integrantes de diversas áreas, sob a orientação de uma infectologista/intensivista corporativa, ajudaram na definição de protocolos sanitários e de respostas seguras e ágeis para questões relacionadas à pandemia e a seus impactos no dia a dia da empresa e dos colaboradores. Além disso, foi realizado o telemonitoramento dos colaboradores e terceiros que apresentassem suspeita de contaminação pelo coronavírus, de acordo com o protocolo de acompanhamento preconizado pelos médicos.

Compartilhamos protocolos sanitários das fábricas e outros procedimentos desenvolvidos internamente, sob orientação especializada, com colaboradores, terceiros, fornecedores logísticos e clientes, procurando estender os cuidados a toda a nossa cadeia de parceiros.

Treinamentos

A adoção de um ambiente híbrido de trabalho, ocasionada pela pandemia, gerou a necessidade de treinamentos voltados para a adaptação às novas circunstâncias. Em março de 2020, lançamos a Jornada de Aprendizagem na Pandemia: um conjunto de webinários e conteúdos voltados para a melhoria da produtividade e cuidado da saúde mental, disponibilizados na plataforma de treinamentos on-line da Companhia.

Com o máximo de duas horas de duração, os cursos abordaram 20 temas úteis para o contexto vivenciado, como Office 365 (Planner, OneDrive e Teams), inteligência emocional, trabalho remoto e autogestão. 

Papel da liderança

Para pôr  em prática essas diretrizes – que iam desde mudanças nos turnos de trabalho, novos protocolos para o transporte e alimentação dos colaboradores até orientações para flexibilização da rotina, trabalho remoto e interações com a comunidade –, contamos com nossas lideranças, que rapidamente se posicionaram para conduzir o processo de adoção de novos procedimentos, de interlocução com as equipes e orientação aos colaboradores e terceiros, em um cenário ainda desconhecido e marcado por dúvidas. Também intensificamos o repasse de informações pelos canais de comunicação da empresa, com o máximo de clareza, agilidade e constância, contribuindo para a segurança e a saúde de todos.

A pandemia exigiu mais rapidez nas respostas, maior criatividade para lidar com a realidade e inovação para superar obstáculos, avanços que só foram possíveis graças ao trabalho de evolução cultural e de fortalecimento da gestão, que a Klabin já vinha realizando nos últimos anos.

Priorizamos a valorização da vida, bem como a saúde e a segurança dos colaboradores, sem descuidar da atenção à performance e da qualidade nas entregas. 

Tecnologia da informação

O estágio avançado dos projetos de atualização tecnológica nos sistemas de informação, que já estava em andamento, foi fundamental para o novo modelo de trabalho adotado na pandemia. A plataforma colaborativa Office 365, consolidada em fevereiro de 2020, permitiu a rápida adaptação às atividades de trabalho remoto, com reuniões virtuais ou armazenamento e compartilhamento de informações em nuvem, por exemplo.

No esforço de enfrentamento da pandemia, também foram desenvolvidas rapidamente outras soluções, como o aplicativo Klabin Saúde, que permite ao colaborador inserir informações sobre seus sintomas, gerando alertas para a equipe médica da empresa. Dessa forma, o médico do trabalho pode atuar rapidamente imediato e ainda produzir relatórios para análise do cenário da Covid-19 na Companhia. Outra medida foi a implantação de leitura facial nas catracas de entrada das fábricas, com função agregada de medição de temperatura, contribuindo para o controle e triagem no acesso às instalações da empresa.

Saúde mental

No período, as iniciativas da empresa voltadas à saúde mental ao suporte emocional foram reforçadas, começando pelas próprias equipes de Saúde e Gente & Gestão. O grupo recebeu capacitação especial para identificar e encaminhar casos de transtornos psicológicos, como depressão, ansiedade e pânico, entre colaboradores, gerados pelas dificuldades de adaptação ao novo cenário.

Outra frente de trabalho abrangeu a preparação de colaboradores para o autocuidado e dos gestores, para também zelarem pelo bem-estar e acolhimento de suas equipes. Para isso, o Programa Viver Bem, que já oferecia apoio nessa área, foi incrementado. Com isso, buscou-se agir de forma preventiva na saúde do colaborador, fortalecendo ainda mais o aspecto de olhar humanizado individual, característica que a Klabin carrega em sua essência.

Outra iniciativa lançada em 2020 foi o Psicologia Viva, portal em que o colaborador e seus dependentes podem agendar sessões gratuitas de terapia. A empresa investiu ainda em rodas de conversa, atividades motivacionais e momentos de descontração, redesenhados para o período de isolamento social. A live de confraternização de final de ano, por exemplo, teve mais de 16 mil visualizações e cerca de 12 mil mensagens no chat do evento.

Acolhimento e informação:

  • Como forma de preparar colaboradores e gestores para o modelo de trabalho híbrido, a Klabin criou, em 2020, a Jornada de Aprendizagem na Pandemia.
  • Ao todo, foram realizados 21 webinários com foco na utilização de ferramentas para o trabalho remoto e temas afins, como autogestão e inteligência emocional.
  • Os treinamentos on-line tiveram uma média de 483 participações e um total de 6.282 visualizações. 
  • Mais de 2.600 pessoas se cadastraram no aplicativo Klabin Saúde para receber informações sobre a Covid-19.
  •  #CadaAtitudeConta, #NãoBaixeaGuarda e #MinhaAtitudeéCidadã nomearam as campanhas de conscientização para combate à pandemia, voltadas a colaboradores, familiares e comunidades.

Apoio de crédito a fornecedores e postergação de prazos a clientes

Em função das dificuldades econômicas enfrentadas por alguns setores e empresas terceiras, apoiamos nossos fornecedores regionais, orientando-os e estendendo a eles nossos protocolos, bem como recursos, além de garantir pagamento pela prestação dos serviços, independentemente de sua conclusão. Entre março e agosto foram pagos R$ 2,069 milhões a 46 fornecedores. Também oferecemos a opção de extensão de prazos de pagamento para mais de 200 clientes, o que, em valores totais prorrogados, corresponde a R$ 101 milhões. Especificamente para os fornecedores do Projeto Puma II, mesmo com a desmobilização parcial da força de trabalho por um período durante a pandemia, mantivemos o pagamento dos salários aos profissionais e, quando houve o retorno gradual, custeamos todas as medidas necessárias para manter o distanciamento e os testes de Covid-19 aplicados na obra, além disso, liberamos adiantamentos aos fornecedores afetados com a paralisação. Esse pacote de medidas somou R$ 100 milhões.

Cada Atitude Conta

Esse foi o tema da campanha que, ao mesmo tempo, focou orientações para evitar a disseminação da Covid-19, chamando a atenção para a importância da responsabilidade individual e do cuidado coletivo na pandemia, e nomeou as iniciativas da empresa em socorro das comunidades de sua área de atuação. 

Desde o início da pandemia, reforçamos nossa postura de empresa cidadã e atuamos junto aos comitês de enfrentamento da Covid-19, formados por autoridades e entidades sanitárias locais, ajudando os municípios a se estruturarem. 

Os compromissos assumidos pela empresa na área vão desde o investimento em infraestrutura e equipamentos médicos até a transferência de profissionais da área de saúde para atender a comunidade, como aconteceu com a 21ª Regional do Paraná, que abrange Telêmaco Borba e região.   

Também priorizamos as áreas de assistência social e geração de renda para pessoas que vivem da reciclagem de materiais. Entre março de 2020 e abril de 2021 (data de fechamento deste relatório), os recursos destinados ao enfrentamento da pandemia e seus impactos totalizaram mais de R$ 26 milhões, com destaque para as seguintes ações:

Saúde

Hospitais de campanha

Investimento em infraestrutura, leitos, equipamentos hospitalares e de proteção individual em Telêmaco Borba (PR) e Goiana (PE).

EPIs, respiradores e outros equipamentos 

Produção e doação de 6.500 respiradores em parceria com o grupo de empresas do Projeto Respira Brasil; também doamos caixas para transporte dos respiradores produzidos pela Magnamed. Os equipamentos foram entregues ao Ministério da Saúde para distribuição nos hospitais da rede pública.

Entrega de suprimentos para profissionais de saúde e equipamentos para tratamento de pacientes com coronavírus, em iniciativa articulada pelo BNDES e destinada às Santas Casas e aos Hospitais Filantrópicos de todo o Brasil.

Doação de respiradores, EPIs para profissionais de saúde, equipamentos hospitalares para leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 no Hospital e Maternidade Tereza Ramos, em Lages (SC), e também para auxílio ao Hospital Delfina Azis, em Manaus. Ao todo, até o momento do fechamento deste relatório (abril de 2021), foram destinados mais de 100 respiradores para hospitais de diversos territórios de norte a sul do país, bem como mais de 1 milhão de equipamentos hospitalares e de proteção individual.

Parceria com grandes empresas para a doação de 3,4 milhões de medicamentos para intubação ao Ministério da Saúde, quantidade suficiente para a manutenção de 500 leitos pelo período de um mês e meio.

Álcool em gel feito a partir da celulose 

Quatro toneladas de álcool em gel produzidas a partir de celulose microfibrilada (MFC), que substitui o insumo de origem fóssil, carbômero, utilizado na fabricação do álcool em gel convencional. Desenvolvido no Centro de Tecnologia da Klabin, em parceria com o Instituto Senai de Inovação em Biossintéticos e Fibras e com a Apoteka, o produto foi entregue a profissionais de saúde das regiões onde a empresa atua. Os frascos de álcool em gel são de papel kraft da Klabin e foram feitos pela Gualapack, líder global em stand-up pouches com bico.

Assistência social

 Cestas básicas, higiene e limpeza

Em Goiana (PE), foram doadas mais de 1.400 cestas básicas para comunidades carentes. Parte das entregas foi realizada por voluntários da Associação Terra Viva, formada por colaboradores da Klabin. 

Na Amazônia, doação de 1.860 kits de alimentos destinados a comunidades indígenas do Alto Rio Negro e do Baixo Amazonas, beneficiadas pelo Projeto União Amazônia Viva, iniciativa de atores da sociedade civil e entidades que já atuavam na região em ações de saúde e suporte a essas comunidades. 

No Rio de Janeiro, doação de 2.502 cestas básicas com alimentos e produtos de higiene para famílias de comunidades periféricas, apoiadas pelo Movimento União Rio. 

Em São Paulo, parceria com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado para a doação de 160 mil embalagens de papelão ondulado personalizadas para a confecção de cestas com produtos sazonais e alimentos produzidos por pequenos agricultores, as quais seriam entregues a famílias de alunos da rede pública de ensino. Doação de 300 mil embalagens de papelão ondulado personalizadas para transporte de itens de higiene pessoal e limpeza destinados a famílias inscritas no Cadastro Único de São Paulo e sem acesso a saneamento básico.

Geração de renda

Apoio aos catadores da organização Pimp My Carroça, em Pernambuco (PE). Foto: Arquivo Klabin

Profissionais de reciclagem

Para contribuir com a renda de 50 pessoas que vivem da coleta de materiais recicláveis no Paraná e que foram impactados com a paralisação de diversas atividades, destinamos 294 toneladas de refugo de papel para a Associação de Catadores de Materiais Reciclados (PR), participante do Programa de Resíduos Sólidos. A Klabin também doou à associação itens como máscaras, luvas e óculos de proteção, além de cestas básicas e produtos de higiene. 

Em outra iniciativa, realizamos aporte na Campanha Renda Mínima aos Catadores, voltada para auxiliar na renda de 115 catadores e catadoras da organização Pimp My Carroça por três meses (entre abril e julho de 2020). Além do apoio direto à Campanha, participamos da Corrente do Bem, em parceria com a Tetra Pak, para a divulgação do projeto de renda mínima no aplicativo Ribon. Mil máscaras reutilizáveis também foram entregues para catadores parceiros da Pimp em Pernambuco e em São Paulo.

Máscara + Renda

Em parceria com a Rede Asta, o projeto apoiou a geração de renda de nove costureiras e costureiros de Telêmaco Borba (PR) e Goiana (PE). A iniciativa durou três meses e cada participante recebeu R$ 2.700 para confeccionar máscaras reutilizáveis. No total, 13.500 máscaras foram produzidas e doadas a entidades sociais desses municípios. 

Fundação Amazonas Sustentável

Fomento ao desenvolvimento local e apoio assistencial a famílias de comunidades periféricas de Manaus. Cestas básicas e produtos de higiene pessoal foram destinados a 200 famílias; 75 pessoas que trabalham na coleta de recicláveis receberam apoio de renda. O projeto envolveu também grupos de costureiras e artesãs locais para a produção de 15 mil máscaras de tecido para uso da própria comunidade. Para impulsionar o desenvolvimento profissional e econômico desses grupos, foram desenvolvidas capacitações sobre empreendedorismo com a consultoria Impact Hub. 

Covid-19

Covid-19