Sumário GRI

SUMÁRIO DE CONTEÚDO GRI (102-55)
GRI
Standard
Divulgação Resposta direta ou link para o capítulo Omissão Princípios
do Pacto
Global
ODS
GRI 100: Divulgações Gerais
Perfil organizacional
102-1 Nome da organização A KLABIN: Quem somos
102-2 Atividades, marcas, produtos e serviços A KLABIN: Quem somos
102-3 Localização da sede A KLABIN: Onde estão nossas operações
102-4 Localização das operações A KLABIN: Onde estão nossas operações
102-5 Natureza da propriedade e forma jurídica A KLABIN: Quem somos
102-6 Mercados atendidos A KLABIN: Unidades de negócios, Onde estão nossas operações e Processos e destinos de produção
102-7 Porte da organização A KLABIN: Onde estão nossas operações
102-8 Informações sobre empregados e trabalhadores PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Modelo de eficiência baseado no desenvolvimento de pessoas
Informações complementares:

Total de colaboradores por gênero e contrato de trabalho 2017 2016 2015
Homens Mulheres Homens Mulheres Homens Mulheres
Prazo indeterminado ou permanente  12.991  1.413 12.048 1.352 11.181 1.219
Prazo determinado ou temporário
Outros (aprendizes e estagiários) 181 175 170 122 136 115
Total 13.172 1.588 12.218 1.474 11.317 1.334

 

Total de colaboradores por tipo de emprego 2017 2016 2015
Homens Mulheres Homens Mulheres Homens Mulheres
Período integral  12.991 1.413 12.048 1.352 11.181 1.219
Meio período
Outros (aprendizes e estagiários) 181 175 170 122 136 115
Total 13.172 1.588 12.218 1.474 11.317 1.334

 

Total de colaboradores por região e gênero, em 2017 Colaboradores diretos Colaboradores indiretos¹ Outros (aprendizes e estagiários)
Homens Mulheres Homens Mulheres Homens Mulheres
Sul 9.038 794 4.636 91 103
Sudeste 2.580 537 374 59 54
Nordeste 1.196 59 161 30 14
Norte 177 23 0 1 4
Total 12.991 1.413 5.171 181 175

¹ A Klabin não possui os dados de colaboradores indiretos discriminados por gênero.

 

Total de colaboradores por unidade de negócio, em 2017 Diretos Indiretos Outros Total
Papéis 3.534 1.696 81 5.311
Florestal 3.923 2.041 47 6.011
Embalagens e Reciclados¹ 4.145 422 123 4.690
Sacos 1.114 157 46 1.317
Corporativo 875 91 43 1.009
Celulose para papel 813 764 16 1.593
Total 14.404 5.171 356 19.931

¹ Em 2017 o negócio Reciclado passou a fazer parte de Embalagens

102-9 Cadeia de fornecedores ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Eficiência operacional que começa nas florestas, Parcerias de valor, Gestão de Fornecedores, Fornecedores de Madeira e Fornecedores de produtos e serviços
102-10 Mudanças significativas na organização e na sua cadeia de fornecedores A KLABIN: Quem somos e Governança
102-11 Abordagem ou princípio da precaução A KLABIN: Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Informação complementar: Seguimos a aplicação do princípio da precaução estabelecido na Conferência Eco-92 e avaliamos constantemente todos os aspectos que apresentam riscos ao meio ambiente, à saúde e à segurança de colaboradores, clientes e comunidades impactadas por nossas atividades.

102-12 Iniciativas desenvolvidas externamente A KLABIN: Quem somos, Sustentabilidade: criação contínua de valor, Compromissos voluntários assumidos e CERTIFICAÇÕES: Certificações e metodologias adotadas
102-13 Participação em associações A KLABIN: Participação setorial
Estratégia
102-14 Declaração do tomador de decisão sênior MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO
Ética e integridade
102-16 Valores, princípios, padrões e normas de conduta A KLABIN: Políticas e códigos
Governança
102-18 Estrutura da governança A KLABIN: Governança e Composição da Diretoria e do Conselho de Administração
102-38 Proporção da remuneração total anual A proporção entre a remuneração anual total do individuo mais bem pago da organização e a remuneração média anual total de todos os colaboradores (excluindo o mais bem pago) é de 114,21. O cálculo é feito da seguinte forma: remuneração anual total do indivíduo mais bem pago / remuneração média anual de todos os colaboradores (excluindo o mais bem pago). Os valores para 2015 e 2016 foram 155,82 e 159,49, respectivamente. Nos relatórios publicados anteriormente, o cálculo era feito de outra forma.
Engajamento de stakeholders
102-40 Lista de grupos de stakeholders APRESENTAÇÃO: Públicos consultados
102-41 Acordos coletivos A Klabin mantém negociações diretas com sindicatos e respeita as lideranças sindicais existentes nas unidades, permitindo a sindicalização dos colaboradores e o exercício de comunicação dos sindicatos com os colaboradores por meio de panfletos e assembleias, entre outras formas. 100% dos colaboradores são cobertos por acordos de negociação coletiva.
102-42 Identificação e seleção de stakeholders APRESENTAÇÃO: Públicos consultados
102-43 Abordagem no engajamento dos stakeholders APRESENTAÇÃO: Públicos consultados, SATISFAÇÃO E QUALIDADE: Pesquisas indicam caminho, Consulta a clientes no primeiro ano de operação e Pesquisa de clima avalia engajamento, práticas e processos

Informação complementar: Embora todas as unidades de negócio realizem pesquisas de satisfação anuais com clientes, este relatório apresenta a pesquisa realizada pela Unidade de Negócio Celulose por se tratar de um negócio de grande representatividade no volume de vendas e na receita da companhia.

102-44 Principais tópicos e preocupações levantados APRESENTAÇÃO: Públicos consultados, SATISFAÇÃO E QUALIDADE: Pesquisas indicam caminho, Consulta a clientes no primeiro ano de operação e Pesquisa de clima avalia engajamento, práticas e processos
Práticas de relato
102-45 Entidades incluídas nas demonstrações financeiras consolidadas ou documentos equivalentes APRESENTAÇÃO: Como o conteúdo está organizado
102-46 Definição do conteúdo do relatório e limites APRESENTAÇÃO: Materialidade
102-47 Lista dos tópicos materiais APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade e Públicos consultados
102-48 Reformulações de informações APRESENTAÇÃO: Como o conteúdo está organizado
102-49 Mudanças no relato Quaisquer alterações significativas em relação a períodos anteriores estão indicadas nos próprios indicadores.
102-50 Período do relatório APRESENTAÇÃO
102-51 Data do relatório mais recente APRESENTAÇÃO
102-52 Periodicidade dos ciclos de relato APRESENTAÇÃO
102-53 Contato para perguntas sobre o relatório APRESENTAÇÃO: Como o conteúdo está organizado
102-54 Relato da opção “de acordo” escolhida pela organização APRESENTAÇÃO
102-55 Índice de conteúdo GRI APRESENTAÇÃO e SUMÁRIO DE CONTEÚDO GRI
102-56 Verificação externa APRESENTAÇÃO: Como o conteúdo está organizado e Declaração de Garantia
GRI 200: Tópicos econômicos
GRI 201: Desempenho econômico
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e COMPETITIVIDADE E RESULTADOS: Resumo do cenário econômico em 2017
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes COMPETITIVIDADE E RESULTADOS: Resumo do cenário econômico em 2017
103-3 Evolução da abordagem de gestão COMPETITIVIDADE E RESULTADOS: Resumo do cenário econômico em 2017
201-1 Valor econômico direto gerado e distribuído COMPETITIVIDADE E RESULTADOS: Resumo do cenário econômico em 2017
201-2 Implicações financeiras e outros riscos e oportunidades devido as mudanças climáticas MEIO AMBIENTE: Mudanças climáticas As implicações financeiras dos riscos e oportunidades em mudanças climáticas não foram publicadas porque os dados não são mensurados.
201-3 Obrigações dos planos de benefícios definidos e outros planos de aposentadoria PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Plano de benefícios 2, 7 2, 7, 8, 9, 13
201-4 Assistência financeira recebida do governo COMPETITIVIDADE E RESULTADOS: Investimentos

Não foram recebidos valores de governos referentes a: subsídios, prêmios, royalty holidays (incentivos que retardam o pagamento de royalties), assistência financeira de Agências de Crédito a Exportação (ECA, na sigla em inglês) e incentivos financeiros.

GRI 202: Presença de mercado
103-1 Explicação do tema material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
103-2 A forma de gestão e seus componentes DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
103-3 Avaliação da forma de gestão DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
202-1 Proporção entre o salário mais baixo da organização e o salário mínimo local, por gênero PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Quem faz a diferença 1, 5, 8, 10
GRI 203: Impactos econômicos indiretos
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território e Canais de diálogo
103-3 Avaliação da forma de gestão DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
203-1 Investimentos em infraestrutura e serviços oferecidos DESENVOLVIMENTO LOCAL: Investimento social 2, 7, 8, 9, 11
203-2 Impactos econômicos indiretos significativos DESENVOLVIMENTO LOCAL: Um impulso à dinâmica socioeconômica e KLABIN PELO DESENVOLVIMENTO LOCAL

Informação complementar: Os impactos econômicos indiretos identificados com o negócio são tratados por meio de programas de desenvolvimento local.

2, 7, 8, 9, 11
GRI 204: Práticas de compras
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
204-1 Proporção de gastos com fornecedores locais ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Fornecedores de produtos e serviços 12
GRI 206: Concorrência desleal
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e A KLABIN: Governança
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes A KLABIN: Governança
103-3 Avaliação da forma de gestão A KLABIN: Governança
206-1 Ações judiciais movidas por concorrência desleal, práticas de truste e monopólio Em 2017, a Klabin foi parte de uma ação de dumping na Turquia. Não houve qualquer outra ação por concorrência desleal, práticas de truste e monopólio. 1, 5 16
GRI 300: Tópicos ambientais12
GRI 301: Materiais (tópico não material)
301-1 Materiais usados por peso ou volume MEIO AMBIENTE: Uso de materiais
GRI 302: Energia
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais
103-3 Avaliação da forma de gestão MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais
302-1 Consumo de energia dentro da organização MEIO AMBIENTE: Gestão de energia prioriza matriz renovável 7, 8, 12, 13
302-3 Intensidade energética MEIO AMBIENTE: Gestão de energia prioriza matriz renovável 8 7, 8, 12, 13
302-4 Redução do consumo de energia MEIO AMBIENTE: Gestão de energia prioriza matriz renovável 7, 8, 12, 13
GRI 303: Água
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Água é foco de uso racional e reutilização
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Água é foco de uso racional e reutilização
103-3 Avaliação da forma de gestão MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Água é foco de uso racional e reutilização
303-1 Total de retirada de água por fonte MEIO AMBIENTE: Água é foco de uso racional e reutilização

Unidade: m³/t

Volume específico de água retirada: 2017 2016
2015 Variação 2016/2017
Klabin SA Klabin SA 25,57 24,01 22,87 7%
Negócio Celulose Unidade Puma 29,50 31,68 -7%
Negócio Papéis Unidade Angatuba 16,56 17,42 14,18 -5%
Unidade Correia Pinto 54,86 59,55 54,01 -8%
Unidade Monte Alegre 42,48 40,01 37,09 6%
Unidade Otacílio Costa 23,90 24,82 10,17 -4%
Negócio Reciclados Unidade Goiana 5,73 6,54 10,17 -12%
Unidade Piracicaba 3,27 3,47 3,84 -6%
Negócio Embalagens Unidade Betim 0,30 0,29 0,28 4%
Unidade Feira de Santana 0,42 0,31 0,46 33%
Unidade Goiana 0,42 0,36 0,38 16%
Unidade Itajaí 0,39 0,49 0,52 -19%
Unidade Jundiaí DI 0,35 0,41 0,47 -15%
Unidade Jundiaí TP 0,45 0,43 0,47 3%
Unidade Manaus 0,75 1,21 -38%
Unidade Piracicaba 0,40 0,47 0,55 -15%
Unidade Rio Negro 0,33
Unidade São Leopoldo 0,39 0,45 0,46 -13%
Negócio Sacos Unidade Lages 1 0,24 0,24 0,26 -2%
Unidade Goiana 0,12 0,10 0,13 21%
8, 9 3, 6, 8, 12
303-2 Fontes de água significativamente afetadas pela retirada de água MEIO AMBIENTE: Água é foco de uso racional e reutilização 8, 9 3, 6, 8, 12
303-3 Água reciclada e reutilizada MEIO AMBIENTE: Água é foco de uso racional e reutilização 8, 9 3, 6, 8, 12
GRI 304: Biodiversidade
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e MEIO AMBIENTE: Gestão da biodiversidade abrange manejo sustentável e monitoramentos
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes MEIO AMBIENTE: Gestão da biodiversidade abrange manejo sustentável e monitoramentos
103-3 Avaliação da forma de gestão MEIO AMBIENTE: Gestão da biodiversidade abrange manejo sustentável e monitoramentos
304-1 Unidades operacionais próprias, arrendadas ou administradas dentro ou nas adjacências de áreas protegidas e áreas de alto valor para a biodiversidade situadas fora de áreas protegidas MEIO AMBIENTE: Gestão da biodiversidade abrange manejo sustentável e monitoramentos 8, 9 6, 15
304-3 Habitats protegidos ou restaurados MEIO AMBIENTE: Habitats protegidos ou restaurados 8, 9 6, 15
304-4 Número total de espécies incluídas na Lista Vermelha da IUCN e em listas nacionais de conservação com habitats em áreas afetadas por operações MEIO AMBIENTE: Proteção de espécies da fauna e flora 8, 9 6, 15
GRI 305: Emissões (tópico não material)
305-1 Emissões diretas de gases de efeito estufa (Escopo 1) MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões 7, 8, 9 3, 8, 12, 13
305-2 Emissões indiretas de gases de efeito estufa (Escopo 2) MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões 7, 8, 9 3, 8, 12, 13
305-3 Outras emissões indiretas de gases de efeito estufa (Escopo 3) MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões 7, 8, 9 3, 8, 12, 13
305-4 Intensidade de emissões de gases de efeito estufa MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões 7, 8, 9 3, 8, 12, 13
305-5 Redução de emissões de gases de efeito estufa MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões

Taxa de intensidade de emissões da Klabin de GEE: 2017 2016
2015 Variação
2016/2017
Klabin SA Klabin SA Escopo 1 168,42 182,84 157,32 -8%
Escopo 2 25,12 27,78 51,79 -10%
Escopo 3 41,63 28,06 39,11 48%
Escopo (1+2) 193,54 210,62 209,11 -8%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 235,17 238,68 248,22 -1%
Negócio Celulose Unidade Puma Escopo 1 186,12 293,26 -37%
Escopo 2 1,23 11,95 -90%
Escopo 3 39,52 24,32 63%
Escopo (1+2) 187,35 305,21 -39%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 226,87 305,21 -31%
Negócio Papéis Unidades (Angatuba, Monte Alegre e Otacílio Costa) Escopo 1 202,62 176,22 192,57 15%
Escopo 2 48,47 41,72 65,95 16%
Escopo 3 43,55 27,12 36,83 61%
Escopo (1+2) 251,09 217,95 258,51 15%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 294,63 245,07 295,34 20%
Negócio Embalagens Unidades (Betim, Feira de Santana, Itajaí, Goiana, Jundiaí DI, Jundiaí TP, Manaus, Piracicaba, Rio Negro e São Leopoldo). Escopo 1 52,76 59,53 57,33 -11%
Escopo 2 7,77 6,86 10,77 13%
Escopo 3 38,17 30,57 33,74 25%
Escopo (1+2) 60,54 66,39 68,10 -9%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 98,71 96,96 101,84 2%
Negócio Reciclados Unidades (Goiana e Piracicaba) Escopo 1 273,92 271,38 298,96 1%
Escopo 2 56,45 50,61 93,92 12%
Escopo 3 8,17 9,24 11,93 -12%
Escopo (1+2) 330,38 322,00 392,88 3%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 338,55 331,24 404,81 2%
Negócio Sacos Unidades (Correia Pinto, Lages 1 e Goiana) Escopo 1 103,85 111,46 104,34 -7%
Escopo 2 32,02 28,81 40,36 11%
Escopo 3 72,09 47,06 75,50 53%
Escopo (1+2) 135,87 140,27 144,70 -3%
TOTAL (Escopo 1+2+3) 207,96 187,34 220,20 11%
7, 8, 9 3, 8, 12, 13
305-7 Emissões de NOx,SOx e outras emissões atmosféricas significativas MEIO AMBIENTE: Eficiência operacional e fontes renováveis reduzem emissões 7, 8, 9 3, 8, 12, 13
GRI 306: Efluentes e resíduos
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Gestão de resíduos mais eficiente 7, 8, 9 3, 6, 8, 11, 12, 14, 15
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Gestão de resíduos mais eficiente 7, 8, 9 3, 6, 8, 11, 12, 14, 15
103-3 Avaliação da forma de gestão MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais e Gestão de resíduos mais eficiente 7, 8, 9 3, 6, 8, 11, 12, 14, 15
306-1 Descarte de água por qualidade e destinação MEIO AMBIENTE: Tratamento complementar garante mais qualidade ao efluente 7, 8, 9 3, 6, 8, 11, 12, 14, 15
306-2 Resíduos por tipo e método de disposição MEIO AMBIENTE: Gestão de resíduos mais eficiente 7, 8, 9 3, 6, 8, 11, 12, 14, 15
GRI 307: Conformidade ambiental (tópico não material)
307-1 Não conformidade com leis e regulamentos ambientais MEIO AMBIENTE: Compromisso com a conservação dos recursos naturais 7, 8, 9 16
GRI 308: Avaliação ambiental de fornecedores
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores e DESENVOLVIMENTO LOCAL: Canais de diálogo
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
308-1 Novos fornecedores selecionados usando critérios ambientais ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores 7, 8, 9 8, 11, 15
308-2 Impactos ambientais negativos na cadeia de fornecedores e ações tomadas ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores 7, 8, 9 8, 11, 15
GRI 400: Tópicos sociais
GRI 403: Saúde e segurança no trabalho
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Promoção do cuidado ativo, Liderança comprometida e Os números da segurança
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Promoção do cuidado ativo, Liderança comprometida e Os números da segurança
103-3 Avaliação da forma de gestão PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Promoção do cuidado ativo, Liderança comprometida e Os números da segurança
403-1 Representação dos trabalhadores em comitês formais de saúde e segurança PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Os números da segurança 1, 3 8, 16
403-2 Tipos de lesões e taxas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos e absenteísmo e número de fatalidades PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Os números da segurança

A Klabin segue a legislação vigente no que se refere às questões de saúde e segurança ocupacional e utiliza como parâmetros a NBR 14.280 e a OHSAS 18001. As taxas de doenças ocupacionais não são monitoradas para colaboradores de empresas contratadas.

Taxa de Frequência de Acidentes – OHSAS 18001 2017 2016 2015
Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total
Sul 0,77 0,36 0,59 0,65 0,66 0,65 0,60 0,37 0,42
Sudeste 0,44 0,73 0,47 0,29 0,41 0,31 0,82 2,42 1,03
Nordeste 0,71 1,13 0,78 0,70 0,22 0,57 0,93 1,05 0,95
Norte1 0,40 0,00 0,33
Homens 0,67 1,91 0,58 0,79 0,58 0,61 0,80 0,40 0,50
Mulheres 0,43 0,78 0,45 0,18 1,05 0,48 0,20 0,20 0,20
Total 0,69 0,40 0,58 0,91 0,66 0,72 0,71 0,42 0,50

1 Dados passaram a ser reportados em 2017, depois que a Klabin adquiriu unidade na região.

Taxa de Gravidade de Acidentes – OHSAS 18001 2017 2016 2015
Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total Colaboradores diretos Colaboradores indiretos Total
Sul 12 24 24 97 28 68 36 56 52
Sudeste 29 2 26 8 8 8 19 31 20
Nordeste 14 6 13 33 1 24 70 43 65
Norte1 2 0 1
Homens 16 12 15 75 25 57 40 61 54
Mulheres 44 3 30 7 20 12 2 13 9
Total 29 12 23 70 25 54 36 56 50

1 Dados passaram a ser reportados em 2017, depois que a Klabin adquiriu unidade na região.

Taxa de Frequência de Acidentes – OHSAS 18001 Papéis Celulose Florestal Embalagens e Reciclados Sacos Corporativo
Sul Colaboradores diretos 0,5 0,7 1,0 1,1 0,5 0,0
Colaboradores indiretos 0,3 0,5 0,3 0,0 0,2 0,0
Total 0,4 0,6 0,7 1,0 0,4 0,0
Sudeste Colaboradores diretos 0,0 0,0 0,0 0,6 0,0 0,0
Colaboradores indiretos 1,7 0,0 0,0 0,6 0,0 0,0
Total 1,7 0,0 0,0 0,6 0,0 0,0
Nordeste Colaboradores diretos 0,0 0,0 0,0 0,7 0,0 0,0
Colaboradores indiretos 0,0 0,0 0,0 1,2 0,0 0,0
Total 0,0 0,0 0,0 0,8 0,0 0,0
Norte Colaboradores diretos 0,0 0,0 0,0 0,4 0,0 0,0
Colaboradores indiretos 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0
Total 0,0 0,0 0,0 0,3 0,0 0,0
Homens Colaboradores diretos 0,5 0,5 1,0 0,6 0,5 0,0
Colaboradores indiretos 0,4 0,6 0,2 0,5 0,5 0,0
Total 0,4 0,5 0,6 0,6 0,5 0,0
Mulheres Colaboradores diretos 0,0 3,5 0,6 0,3 0,0 0,0
Colaboradores indiretos 0,6 0,0 0,0 3,6 0,0 0,0
Total 0,3 1,5 0,3 0,7 0,0 0,0

 

Taxa de Gravidade de Acidentes – OHSAS 18001 Papéis Celulose Florestal Embalagens  e Reciclados Sacos Corporativo
Sul Colaboradores diretos 34 84 30 20 18 0
Colaboradores indiretos 5 16 17 0 1 0
Total 20 45 24 19 15 0
Sudeste Colaboradores diretos 0 0 0 36 0 0
Colaboradores indiretos 3 0 0 2 0 0
Total 1 0 0 32 0 0
Nordeste Colaboradores diretos 0 0 0 16 0 0
Colaboradores indiretos 0 0 0 6 0 0
Total 0 0 0 14 0 0
Norte Colaboradores diretos 0 0 0 2 0 0
Colaboradores indiretos 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 1 0 0
Homens Colaboradores diretos 33 32 0 21 18 0
Colaboradores indiretos 5 18 18 2 1 0
Total 21 24 8 18 14 0
Mulheres Colaboradores diretos 0 677 22 15 0 0
Colaboradores indiretos 5 0 0 15 0 0
Total 2 289 12 15 0 0
1, 3 8, 16
GRI 404: Treinamento e educação (tópico não material)
404-1 Média de horas de treinamento por ano por empregado PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Diversas formas de aprendizagem 1, 6 4, 5, 8, 10
GRI 405: Diversidade e igualdade de oportunidades (tópico não material)
405-1 Diversidade nos órgãos de governança e empregados PESSOAS, SAÚDE E SEGURANÇA: Diversidade e inclusão 5, 8, 10
GRI 407: Liberdade de associação e negociação coletiva
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
407-1 Operações e fornecedores com risco significativo de ocorrência de trabalho infantil ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores 1, 2, 3, 4, 5, 6 8, 16
GRI: 408: Trabalho infantil
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
408-1 Operações e fornecedores com risco significativo de ocorrência de trabalho forçado ou análogo ao escravo ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores 1, 2, 6 8, 16
GRI 409: Trabalho forçado ou análogo ao escravo
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados, ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
409-1 Operações e fornecedores com risco significativo de ocorrência de trabalho forçado ou análogo ao escravo ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores 1, 2, 3 8
GRI 411: Direitos dos povos indígenas e tradicionais (tópico não material)
411-1 Casos de violações envolvendo direitos de povos indígenas DESENVOLVIMENTO LOCAL: Direitos humanos 1, 2, 4 10, 11
GRI 412: Avaliação em direitos humanos
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e DESENVOLVIMENTO LOCAL: Direitos humanos
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes DESENVOLVIMENTO LOCAL: Direitos humanos
103-3 Avaliação da forma de gestão DESENVOLVIMENTO LOCAL: Direitos humanos
412-1 Operações sujeitas a análises de direitos humanos ou avaliações de impacto DESENVOLVIMENTO LOCAL: Direitos humanos 1, 2 10
GRI 413: Comunidades locais
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados e DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território e Canais de diálogo
103-3 Avaliação da forma de gestão DESENVOLVIMENTO LOCAL: Atenção às pessoas e ao território
413-1 Operações com engajamento da comunidade local, avaliações de impacto e programas de desenvolvimento DESENVOLVIMENTO LOCAL: Engajamento começa na empresa 2, 11
413-2 Operações com impactos negativos significativos reais e potenciais nas comunidades locais DESENVOLVIMENTO LOCAL: Gerenciamento de impactos 2, 11
GRI 414: Avaliação social de fornecedores
103-1 Explicação sobre o tópico material e seus limites APRESENTAÇÃO: Entenda o processo de definição da materialidade, Públicos consultados,
ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-2 Abordagem de gestão e seus componentes ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores
103-3 Avaliação da forma de gestão ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Parcerias de valor e Gestão de fornecedores e
DESENVOLVIMENTO LOCAL: Canais de diálogo
414-1 Novos fornecedores avaliados usando critérios sociais ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores
414-2 Impactos sociais negativos na cadeia de fornecedores e ações tomadas ABASTECIMENTO DE MADEIRA: Gestão de fornecedores

 

Gommo Desenvolvimento de Sites Mobile em Belo Horizonte
Bitnami