Klabin - Relatório de Sustentabilidade 2016
Logomarca Klabin

RELATÓRIO DE
SUSTENTABILIDADE

2016

  -  

Mensagem da
Administração


O ANO DE 2016 FOI MARCANTE PARA A NOSSA
ESTRATÉGIA DE CRESCIMENTO E MAIS UM PERÍODO
EM QUE A KLABIN DEMONSTROU SUA FLEXIBILIDADE
PARA ATUAR EM CENÁRIOS ADVERSOS

Fechamos dezembro comemorando 22 trimestres consecutivos de resultados positivos e crescimento. O principal destaque dessa trajetória ficou por conta do início de operação da Unidade Puma, em Ortigueira (PR), em março de 2016, dentro do prazo e orçamentos previstos, após 24 meses de trabalho intenso e investimentos da ordem de R$ 8,5 bilhões.

A nova unidade já deu importante contribuição para o incremento nas vendas em relação a 2015, que subiram 45%. Valendo-nos de flexibilidade e visão estratégica, adaptamos nosso mix de produtos oferecidos ao mercado e efetivamos duas aquisições de unidades de papelão ondulado, sendo uma em Manaus (AM) e outra em Rio Negro (PR). Como resultado, obtivemos um acréscimo de 3% no volume de vendas de conversão em relação a 2015. O aumento das vendas fez a receita líquida crescer 23% em relação ao mesmo período de 2015, totalizando R$ 7,09 bilhões no acumulado do ano.

Desde 2011, quando iniciamos nosso ciclo projetado de 10 anos de crescimento, temos trabalhado na redução de custos operacionais e administrativos e investido no desgargalamento de capacidades produtivas e melhoria do mix de produtos e mercados. No segmento de sacos industriais, antes altamente dependente da construção civil, criamos novas oportunidades com o desenvolvimento de embalagens para setores como o de exportação de café e de comercialização de alimentos para animais domésticos.

O ano de 2016 também foi marcado por avanços e reconhecimentos significativos no campo da sustentabilidade, um tema que faz parte da essência da Klabin porque está intimamente ligada às nossas atividades e é um compromisso assumido com nossos acionistas, clientes, colaboradores, fornecedores e comunidades nas quais atuamos, como demonstrado na nossa nova Política de Sustentabilidade, revisada em 2016.

Também demos um passo importante ao inserirmos a atenção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU em nosso planejamento de longo prazo, incluindo metas e objetivos na estratégia de sustentabilidade. Por meio dos ODS, a Organização das Nações Unidas estabelece prioridades e aspirações globais para serem cumpridas até 2030 com vistas a contribuir para um mundo melhor, do ponto de vista social, ambiental e econômico.

Ao direcionar nossos esforços e investimentos para essa agenda, fortalecemos nossas ações em favor do desenvolvimento socioambiental nas localidades onde a Klabin está presente. São compromissos que demonstram também que temos sido coerentes com iniciativas que endossamos, como a adesão voluntária ao Pacto Global da ONU, voltado para a criação de um ambiente de negócios mais justo e inclusivo.

Alguns reconhecimentos conquistados recentemente evidenciam que as nossas iniciativas e práticas de gestão nessa área seguem um caminho consistente. Em 2016, por exemplo, pelo terceiro ano consecutivo, fomos destaque no Carbon Disclosure Project (CDP), instituição internacional que analisa os esforços das empresas para minimizar e gerir os impactos ambientais de suas atividades. A Klabin figurou entre as empresas que chamam a atenção pelas boas práticas na gestão do capital natural, com classificação nível “liderança” para Mudanças Climáticas e Florestas e destaque para o desempenho em gestão da água.

Também conquistamos o título de “Empresa Sustentável do Ano” e a mais sustentável do setor de papel e celulose no Guia Exame de Sustentabilidade, que destacou os esforços da Klabin para tornar a recém-inaugurada Unidade Puma uma fábrica exemplar desde a sua idealização. Além disso, nos mantivemos na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&F Bovespa, com o registro de evolução em quase todas as dimensões que compõem o índice.

Iniciamos 2017 com perspectivas mais promissoras do que as de anos anteriores em relação ao mercado. Nosso objetivo é atingir a liderança no segmento de fluff no Brasil ainda neste ano. Também estamos nos preparando para o momento de retomada do crescimento da economia brasileira com o aumento da nossa capacidade de integração da produção de papéis, após as recentes aquisições de operações de embalagens de papelão ondulado. Ao mesmo tempo, temos pela frente o desafio de nos concentrarmos na execução de pequenos projetos de alto retorno nos próximos dois anos.

Na área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, o nosso Centro de Tecnologia no Paraná, projeto que consolida investimentos de R$ 70 milhões até 2018, certamente contribuirá para avançarmos em várias frentes, o que inclui nossas metas de sustentabilidade de médio e longo prazos.

Entre os pontos de melhoria que temos pela frente, nas mais variadas áreas, os cuidados com a saúde e a segurança constituem um compromisso e um desafio diário. Acreditamos que uma gestão de pessoas voltada ao desenvolvimento, à motivação e ao engajamento dos colaboradores, como temos buscado, é o melhor caminho para vencer esses desafios.

Gostaríamos de agradecer a todos aqueles que seguem conosco nessa caminhada, trabalhando com excelência, inovação, responsabilidade e visão de futuro, como é da nossa natureza, e como temos feito nos últimos 118 anos.

A Administração