Expansão dos negócios

APÓS A INAUGURAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA E DO RAMP-UP DA UNIDADE PUMA, A KLABIN PROSSEGUE NO SEU CICLO DE CRESCIMENTO COM NOVAS ROTAS DE EXPANSÃO

—  Base sólida para impulsionar o crescimento

O ano de 2017 foi marcado por conquistas importantes no plano de crescimento da Klabin. A Unidade Puma, em Ortigueira (PR), completou seu primeiro ano de funcionamento com a produção estabilizada em 1,4 milhão de toneladas de celulose, abrindo possibilidades para novas expansões no futuro. Outro marco foi a inauguração do Centro de Tecnologia em Telêmaco Borba, no Paraná, que representa a ampliação do foco da Klabin em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação para fazer frente a esse ciclo de crescimento.

Durante o ano, a flexibilidade, a capacidade de resiliência para atuar em momentos de crise e a redução do custo caixa foram fundamentais para manter a competitividade e expansão da Klabin e para dar andamento aos projetos de alto retorno programados.

Dentre os projetos que buscam melhorar o desempenho em todos os segmentos de atuação da companhia e desenvolver novos mercados, destacou-se, no período, a instalação da nova linha de sacos industriais na fábrica de Lages (SC), com operação prevista para 2018.

—  Novos investimentos

Com foco na sua desalavancagem financeira para atingir níveis de endividamento que permitam executar a visão de crescimento programada, a Klabin se prepara para novos investimentos baseados na evolução do seu modelo integrado de negócios.

As novas frentes de investimento, já aprovadas junto ao Conselho de Administração, devem contemplar, entre outras iniciativas, novas máquinas de kraftliner e de cartões e uma linha adicional de celulose fluff.

Na frente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, o anúncio da aquisição de 12,5% da startup israelense Melodea Bio Based Solutions, no início de 2018, permite conferir ainda mais foco à construção de soluções voltadas ao uso responsável, eficiente e sustentável dos recursos naturais. A Melodea é uma empresa de tecnologia de extração de celulose nanocristalina, totalmente produzida a partir de fontes renováveis. Saiba mais em “Boa prática”, ao fim deste capítulo.

>> A KLABIN SE PREPARA PARA NOVOS INVESTIMENTOS BASEADOS NA EVOLUÇÃO DE SEU MODELO INTEGRADO DE NEGÓCIOS <<

—  O que nos desafia

  • Madeira disponível: na base da expansão dos negócios da Klabin estão mais de 229 mil hectares de florestas plantadas de pínus e eucalipto, que apresentam os maiores índices de produtividade do Brasil e permitem acesso à matéria-prima de alta qualidade. O desafio para fazer frente à nova fase de crescimento é identificar os melhores ativos florestais e, assim, assegurar a disponibilidade de madeira.

  • Indústria 4.0: contemplar tecnologia de ponta nos equipamentos e processos desde a concepção dos projetos é o desafio para colocar a Klabin no caminho da indústria 4.0, que utiliza realidade aumentada e inteligência artificial, entre outros avanços tecnológicos. A companhia já direciona investimentos inclusive para atualizar instalações, processos e equipamentos de suas unidades. Saiba mais em Boa prática, no capítulo Certificações.

  • Responsabilidade social: seguindo as premissas de sua Visão e Política de Sustentabilidade, gerar valor para as comunidades e seus territórios de influência, avaliar e mitigar impactos reais e potenciais relacionados às suas atividades são desafios constantes e têm prioridade nos projetos de crescimento da Klabin. Para os projetos futuros, a companhia se vale de ferramentas já implementadas, experiências bem-sucedidas e lições aprendidas com o Projeto Puma. Conheça as práticas de monitoramento de impactos socioeconômicos e diálogo com stakeholders em Desenvolvimento Local.

—  Boa Prática

KLABIN JÁ TRABALHA NOS PRODUTOS DO FUTURO

Com participação em startup, empresa amplia o foco em inovação e alta tecnologia para responder a demandas do mercado e buscar novos ciclos de crescimento

Foi quase um “mapa da mina” que levou a Klabin a encontrar mais um caminho em sua rota de crescimento. Em busca de linhas de pesquisa para o desenvolvimento de soluções voltadas ao uso responsável, eficiente e sustentável dos recursos naturais, a Klabin contratou, em 2016, um roadmap tecnológico de uma consultoria canadense. Esta ferramenta mostra como o mercado, os produtos, os serviços e as tecnologias irão se desenvolver em um determinado período.

Um dos caminhos sugeridos foi a celulose nanocristalina (CNC), totalmente produzida a partir de fontes renováveis. Nessa rota, estava a startup israelense Melodea Bio Based Solutions (que tem como um de seus acionistas o grupo sueco Holmen AB), pioneira na extração deste produto. Após estudos, avaliações e visitas à empresa em Israel e à planta-piloto na sede da holding, na Suécia, a Klabin deu um importante passo ao adquirir 12,5% da Melodea. Uma grande parceria rumo ao futuro estava começando.

100% reciclável

Ampliar o foco em P&D+I como caminho para o crescimento, como explica o diretor de Diretor de Tecnologia Industrial, Inovação, Sustentabilidade e Negócio Celulose da Klabin, Francisco Razzolini, é uma forma de responder aos anseios de mercados cada vez mais desafiadores, principalmente nos segmentos de papéis e embalagens, e fornecer o suporte ao recente retorno da Klabin no mercado mundial de celulose, após a inauguração da Unidade Puma.

“Nosso objetivo é fazer uso deste tipo de celulose na fabricação de papéis e embalagens ainda mais resistentes, 100% recicláveis, além de potencializar oportunidades para novos negócios em produtos de base florestal”, afirma.

Ele explica que a adoção da base tecnológica de celulose nanocristalina da Melodea permitirá aplicações potenciais em diversos setores. “A CNC, em uma combinação de propriedades como alta cristalinidade, capacidade de formar filmes e estruturas densas e de alta coesão, é uma rota inovadora para o desenvolvimento de barreiras renováveis e sustentáveis em papéis e embalagens, proporcionando mais resistência em relação à penetração de ar, água, vapores e óleos, entre outros; é uma tecnologia com menor impacto ambiental”, justifica.

Formar parcerias para acelerar os processos de inovação na companhia é fundamental também para o desenvolvimento de produtos e soluções que atendem às necessidades dos clientes. “Em quase todos os processos em que são requeridas soluções em embalagens inovadoras por parte dos clientes, a Klabin é convidada a apresentar proposições”, revela a diretora de Papelão Ondulado e Reciclados, Gabriella Michelucci.

Para Razzolini, a aquisição de parte da Melodea reforça a posição da Klabin como referência em inovação na parceria com os clientes, para novos desenvolvimentos. “Essa nova frente de pesquisa nos permitirá avançar ainda mais nas nossas linhas de negócio e inovar no sistema de base florestal, de maneira viável dos pontos de vista econômico e ambiental”, conclui.

>> O USO DA CNC TRAZ PARA A KLABIn OPORTUNIDADES PARA NOVOS NEGÓCIOS EM PRODUTOS DE BASE FLORESTAL <<

    Gommo Desenvolvimento de Sites Mobile em Belo Horizonte
    Bitnami